• Flávia Esper

Já sorriu para alguém hoje?


Em tempos em que as notícias nos trazem o lado mais cruel de nossa humanidade, é sempre bom relembrar o lado doce, amoroso, compassivo. Quanto mais desconectados uns dos outros, alheios e frios nos sentimos, mais importante é resgatarmos a empatia, a cumplicidade e a suavidade.

Então, que tal sorrir para alguém?

Sorria com sua criança interior, com a doçura que a humanidade também guarda. Pode ser um sorriso pequeno, discreto, aberto. Não importa, contanto que seja um sorriso cheio de verdade interna. "Sorria, meu bem. Sorria."

Quando sorrimos, estimulamos o cérebro a produzir mais serotonina e endorfinas, substâncias que nos trazem a sensação de prazer e bem estar. Geralmente, sorrimos porque estamos felizes, mas o caminho inverso também é verdadeiro: ao sorrir, alimentamos nosso cérebro com felicidade.

Além disso, o sorriso tem o poder de estimular outras pessoas a sorrir e, por consequência, de ajudá-las a despertar mais bem estar. Somos seres neurologicamente empáticos. Por conta dos chamados neurônios-espelho, quando vemos alguém sorrindo, bocejando ou realizando qualquer ação, nosso cérebro simula mentalmente o que vemos no outro.

Então, mesmo que a pessoa não lhe sorria de volta, saiba que seu sorriso já a fez sorrir em algum cantinho dentro dela e, certamente, ela e você se sentirão melhor, mais conectados e um pouco mais conscientes de que a natureza humana também é repleta de doçura.

#sorrir #empatia #felicidade #alegria #relaçõeshumanas #amorosidade

31 visualizações